Faça parte da nossa lista de emails.

Escolha a(s) newsletter(s) que gostaria de receber:

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn

Os Nossos Parceiros:

965Prancheta-1
456Prancheta-1
89Prancheta-1
99Prancheta-1
94Prancheta-1
76Prancheta-1
65Prancheta-1
49Prancheta-1
51Prancheta-1
23Prancheta-1
43Prancheta-1
27Prancheta-1
25Prancheta-1
19Prancheta-1
16Prancheta-1
parceirosPrancheta-1
12Prancheta-1
7Prancheta-1
07Prancheta-1
6Prancheta-1
5Prancheta-1
2Prancheta-1
3Prancheta-1
4Prancheta-1
1Prancheta-1
965Prancheta-1
456Prancheta-1
89Prancheta-1
99Prancheta-1
94Prancheta-1
76Prancheta-1
65Prancheta-1
49Prancheta-1
51Prancheta-1
23Prancheta-1
43Prancheta-1
27Prancheta-1
25Prancheta-1
19Prancheta-1
16Prancheta-1
parceirosPrancheta-1
12Prancheta-1
7Prancheta-1
07Prancheta-1
6Prancheta-1
5Prancheta-1
2Prancheta-1
3Prancheta-1
4Prancheta-1
1Prancheta-1

© KALORIAS 2020 Todos os direitos reservados.

  • KALORIAS

A Essência dos Ovos

O ovo é um alimento nutricionalmente rico e como tal tem benefícios para a saúde.


Constituição do ovo:


Gema (30,9%): Tem maior valor calórico do que a clara é constituída por proteína e gordura, contém praticamente todas as vitaminas, exceto a C.


Clara ou albúmen (57,3%): Constituída por água e proteína (ovoalbumina).


Casca (11.5%): Protege os nutrientes é uma casa calcária rica em carbonato de cálcio.



Para serem vendidos, os ovos devem ter um código impresso na embalagem e na própria casca que informa os consumidores do modo de criação das galinhas, do país de origem do produto e do número de identificação da exploração.

O primeiro dígito inscrito revela o modo de criação das galinhas. Depois, há duas letras que identificam o país de origem (PT = Portugal, por exemplo). Os últimos dígitos referem-se ao número de identificação da exploração.

Conseguir ler a informação no código ajuda os consumidores a escolher melhor e a perceber o que andam a ingerir. O modo de criação indica em que condições as galinhas foram criadas e de que se alimentaram:

  1. Modo de produção biológica: são ovos provenientes de galinhas criadas de forma biológica, ou seja, em que 80% do seu alimento deve ser de origem biológica. O produtor deve assegurar que cada ave tem, pelo menos, 4 m2 de espaço ao ar livre. No interior, cada pavilhão pode conter no máximo três mil animais e não pode ter mais de seis galinhas por metro quadrado.

  2. Ovo de galinha criada “ao ar livre”: neste caso, os pavilhões são idênticos aos das galinhas criadas no solo, mas as aves devem ter acesso contínuo a espaços ao ar livre durante o dia (o que não impede o produtor de limitar a um período de horas matinais). O terreno a que as galinhas têm acesso deve estar essencialmente coberto de vegetação, onde cada animal tem direito a, pelo menos, 2,5 m2 de espaço.

  3. Ovo de galinha criada no solo: as galinhas vivem em pavilhões fechados, onde se podem mover mais ou menos livremente. A densidade animal não deve ser superior a nove galinhas por m2. A superfície de cama de galinha deve ocupar, pelo menos, um terço do chão do aviário. Devem existir manjedouras e bebedouros em locais separados. Tirando a superfície de cama, o chão é constituído por grelhas para onde vão os excrementos. Os pavilhões dispõem de ninhos e poleiros.

  4. Ovo de galinha criada em gaiola: são os ovos mais comuns. As galinhas estão confinadas a espaços muito restritos. Tudo está mais ou menos automatizado: os ovos postos são diretamente recolhidos por tapetes rolantes, que também são usados para distribuir alimentos; os excrementos caem através das grelhas das jaulas e são libertados. Trata-se de um sistema higiênico e eficaz, com baixos custos de produção, mas que não tem em conta o bem-estar dos animais.


Curiosidades:

A gema contém lecitina que impede a subida de colesterol pelo nosso corpo.


O seu consumo não está associado à subida de LDL (mau colesterol)


A cor da casca não reflete o seu valor nutricional


A cor da gema depende da alimentação da galinha (farinha, milho,…)

Casca intacta e gema e claras límpidas e consistentes mostram a sua frescura, faça o teste do copo com água (ovo fresco fica no fundo, ovo menos fresco sobe no copo e fica a flutuar)


Perigo de contaminação com salmonela (ser vivo microscópico, transmitido de fezes de pessoas e animais para outras pessoas e animais), lavar muito bem mãos e utensílios de manuseamento de ovos é importante


Lave apenas os ovos antes de consumir


É um alimento potencialmente alergênico, devido às proteínas ovomucoide e ovo macroglobulina na clara, as reações alergênicas manifestam-se normalmente na pele, mas podem ser muito graves.


Pode ser cozinhado das mais diversas formas, cozido, escalfado, mexido, estrelado, … evite adicionar-lhe gordura e use pouco sal, opte por ervas aromáticas.


As embalagens e, por vezes, os ovos indicam uma data de durabilidade mínima, que não pode exceder os 28 dias depois de os ovos serem postos.



Bibliografia:

O ovo-Para Saber mais; Associação Portuguesa dos Nutricionistas; Abril 2012; ISBN: 978-989-97370-5-1;


https://www.deco.proteste.pt/alimentacao/produtos-alimentares/dicas/como-decifrar-os-codigos-dos-ovos#



Por: Ema Roupa: Nutricionista do clube de saúde Kalorias Sines e Santiago, membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas nº 0702N.

103 visualizações