• KALORIAS

Benefícios da Moringa



Os superalimentos estão na moda e a Moringa tem vindo a ser cada vez mais falada. Se fizermos uma pequena pesquisa pela internet, esta planta é associada a inúmeros benefícios, derivado da sua composição nutricional. Mas o que é a moringa e o que diz a evidência científica quanto aos seus benefícios?


A Moringa é uma planta comestível nativa da Ásia e África, sendo conhecida culturalmente por tratar inúmeras afeções e muito utilizada na medicina tradicional. Existem 13 espécies diferentes desta planta, sendo a mais usada e estudada a Moringa Oleifera. As suas folhas contém diversos nutrientes essenciais como vitaminas (A, E e C), minerais (cálcio, potássio, fósforo, zinco, cobre, ferro e selénio, entre outros), aminoácidos, antioxidantes (beta-caroteno, ácido ascórbico, flavonóides, compostos fenólicos), ómega 3, ómega 6, nutrientes anti-inflamatórios e proteína de elevada digestibilidade. Assim, tem sido relatada a utilização de várias preparações de Moringa Oleifera com fins terapêuticos, com base nas suas atividades anti-inflamatórias, anti-hipertensoras, diuréticas, antimicrobiana, antioxidante, antihiperlipidémica, antipirética, antiulcerosa, antidiabética, hepatoprotetora, antineoplásica e cardioprotetora.


Considerando os estudos científicos, a Moringa Oleifera:

- Poderá reduzir os níveis de açúcar no sangue, diminuindo o risco de diabetes e doença cardíaca;

- Poderá diminuir a inflamação (podendo auxiliar em doenças cardíacas e cancro);

- É rica em antioxidantes (com potencial para o retardar do envelhecimento celular);

- Poderá ter efeitos hipocolesterolemiantes (redução do colesterol sanguíneo), importante em situações de doença cardiovascular;


A quantidade de nutrientes presente nas folhas varia consoante diversos fatores como o métodos de preparação, a idade das folhas e a época de colheita. Os suplementos normalmente consistem nas folhas secas reduzidas a pó, o que altera alguns dos constituintes nutricionais, por exemplo a vitamina A e o beta-caroteno são mais elevados na preparação de folhas secas que nas folhas frescas no entanto, se virmos a composição em vitamina C, o inverso é relatado, na medida em que é um micronutriente sensível à ação do calor e do oxigénio. É importante ter em atenção a enorme variabilidade existente na composição de diferentes preparações de Moringa, o que torna difícil haver uma generalização ou uma comparação significativa com outros alimentos ricos do ponto de vista nutricional. É também de salientar que as folhas desta planta contém elevados níveis de antinutrientes, o que reduz a absorção de proteínas e minerais.


A maioria das investigações realizadas consistem em estudos laboratoriais in vitro ou executados em ratos, o que torna difícil a extrapolação dos seus efeitos no ser humano e, os estudos realizados em humanos, são de reduzida qualidade, muitas vezes não contendo uma amostra suficiente ou não possuindo grupos de controlo. Tal revela a necessidade de realizar mais estudos para comprovar a eficácia prometida. No que concerne a sua segurança, um estudo em ratos revelou que a Moringa Oleifera é considerada segura em quantidades inferiores ou iguais a 1000mg/kg de peso corporal no entanto, demonstrou efeitos genotóxicos com suplementação de 3000mg/kg de peso corporal. Estudos em humanos concluíram que o consumo até 2000mg/kg de peso corporal é seguro.


Em suma, a Moringa Oleifera poderá ter várias aplicações e benefícios para a saúde se pensarmos nos relatos da medicina tradicional contudo é importante haver uma análise crítica e baseada na evidência permitindo escolhas conscientes e informadas.

Bibliografia:


Asare G.A., Gyan B., Bugyei K., Adjei S., Mahama R., Addo P. Toxicity potentials of the nutraceutical Moringa oleifera at supra-supplementation levels. J. Ethnopharmacol. 2012;139:265–272. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22101359


Stohs, SJ, and Hartman, MJ (2015), Review of the Safety and Efficacy of Moringa oleifera. Phytother. Res., 29, 796–804. https://doi.org/10.1002/ptr.5325


Fahey, Jed. (2005). Moringa oleifera: A Review of the Medical Evidence for Its Nutritional, Therapeutic, and Prophylactic Properties. Part 1.. Trees Life J. 1. 10.1201/9781420039078.ch12.


Leone, A., Spada, A., Battezzati, A., Schiraldi, A., Aristil, J., & Bertoli, S. (2016). Moringa oleifera Seeds and Oil: Characteristics and Uses for Human Health. International journal of molecular sciences, 17(12), 2141. doi:10.3390/ijms17122141


Abdull Razis, A. F., Ibrahim, M. D., & Kntayya, S. B. (2014). Health Benefits of Moringa oleifera. Asian Pacific Journal of Cancer Prevention, 15(20), 8571–8576. https://doi.org/10.7314/apjcp.2014.15.20.8571


https://www.healthline.com/nutrition/6-benefits-of-moringa-oleifera#section1


Por: Ana da Costa Couto: Nutricionista do clube de saúde Kalorias EXPO, membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas nº 2367N

0 visualização

Faça parte da nossa lista de emails.

Escolha a(s) newsletter(s) que gostaria de receber:

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn

Os Nossos Parceiros:

965Prancheta-1
456Prancheta-1
89Prancheta-1
99Prancheta-1
94Prancheta-1
76Prancheta-1
65Prancheta-1
49Prancheta-1
51Prancheta-1
23Prancheta-1
43Prancheta-1
27Prancheta-1
25Prancheta-1
19Prancheta-1
16Prancheta-1
parceirosPrancheta-1
12Prancheta-1
7Prancheta-1
07Prancheta-1
6Prancheta-1
5Prancheta-1
2Prancheta-1
3Prancheta-1
4Prancheta-1
1Prancheta-1
965Prancheta-1
456Prancheta-1
89Prancheta-1
99Prancheta-1
94Prancheta-1
76Prancheta-1
65Prancheta-1
49Prancheta-1
51Prancheta-1
23Prancheta-1
43Prancheta-1
27Prancheta-1
25Prancheta-1
19Prancheta-1
16Prancheta-1
parceirosPrancheta-1
12Prancheta-1
7Prancheta-1
07Prancheta-1
6Prancheta-1
5Prancheta-1
2Prancheta-1
3Prancheta-1
4Prancheta-1
1Prancheta-1

© KALORIAS 2020 Todos os direitos reservados.